Buscar
  • Fato Contábil

Aprendizagem – Estabilidade por acidente do trabalho

O menor aprendiz que sofre acidente do trabalho terá estabilidade?

O menor aprendiz também tem direito a recebimento de benefício previdenciário em caso de acidente do trabalho.

Caso o afastamento seja superior a 15 dias, terá, após a cessação do recebimento do benefício previdenciário, estabilidade de no mínimo 12 meses, conforme determina o art.118 da Lei nº 8.213/91.

Durante o período de afastamento por acidente do trabalho, o aprendiz se afastará de suas atividades, sendo-lhe garantido o retorno ao mesmo programa de aprendizagem, caso ainda esteja em curso, devendo a entidade formadora certificar o aprendiz pelos módulos que concluir com aproveitamento.

Na hipótese de o contrato de aprendizagem alcançar o seu termo final durante o período de estabilidade, deverá o estabelecimento contratante promover um aditivo ao contrato, prorrogando-o até o último dia do período da estabilidade, ainda que tal medida resulte em contrato superior a dois anos ou mesmo que o aprendiz alcance vinte e quatro anos.

Na situação prevista no parágrafo anterior, devem permanecer inalterados todos os pressupostos do contrato inicial, inclusive jornada de trabalho, horário de trabalho, função, salário e recolhimentos dos respectivos encargos, mantendo o aprendiz exclusivamente em atividades práticas.

Base legal: Instrução Normativa SIT nº146/18, art.22, § 4º.


Carolina Rodrigues - Redatora e consultora do Cenofisco


#Informativo #FatoBlog #Fatocontabil

0 visualização

R. Teófilo Otoni, 52  Salas 405 e 406

Centro - Rio de Janeiro - RJ

CEP 20.090-070

21 3553-5393
21 97032-9632

© Todos os direitos reservados - 2020

SIGA-NOS EM NOSSAS

REDES SOCIAIS: 

  • Facebook Social Icon
  • LinkedIn Social Icon
  • Instagram